Dia de Prática – Energia Madeira

Dia de Prática – Energia Madeira – 2 de Março – 10.00 às 18.00

INSCRIÇÕES ABERTAS para: theplacetopause@gmail.com

55€ POR PESSOAtree

Energia Madeira – o Poder da Árvore

No ciclo das Cinco Transformações a energia Madeira é a terceira  e caracteriza-se pela qualidade de ascensão e expansão, como uma árvore a crescer. Para desenvolver a qualidade Madeira é fundamental o enraizamento trabalhado nas posturas Zhan Zhuang, que incrementam e potenciam a resiliência essencial desta energia. Como uma árvore flexível que abraça os impactos da vida, os ramos dançando no vento, transformando formas e energias. Concentração e foco puro, o poder da mente como um arqueiro.

O treino e o programa está estruturado para enquadrar participantes de qualquer nível, com um acompanhamento para adequar a exigência da prática às necessidades e capacidades de cada um. O treino será efetuada  no exterior, e incluirá uma caminhada se as condições meteorológicas o permitirem.

Inclui maravilhosa refeição vegetariana e vegan elaborada segundo os princípios da Macrobiótica e a Teoria dos Cinco Elementos, e com produtos biológicos de produção local – Maria João Martinho na cozinha.

Programa:

9.30 – 10.00 Chegada e receção com chá de boas vindas

10.00 – 13.00 Prática de Chi Kung

13.00 – 15.00 Almoço 

15.00 – 18.00 Prática de Chi Kung

Conteúdos a desenvolver:

– Posturas Zhan Zhuang – energia Madeira

– Alongamento e flexibilidade das articulações e tendões

– Trabalho de pernas – 2º coração

– Shu Li – testar o poder em movimento

– Tui Shou – trabalho a pares

Stand still, keep your spirit (Master Long Nian)

Retiro de Fim de Ano- 2018

mike-labrum-151765-unsplash

Abrandamento – Respiração – Transformação

Tempo para uma prática profunda  de abrandamento no espírito e corpo, orientando a intenção e a disciplina do movimento para desenvolver a qualidade da respiração como processo regenerador e de transformação.

Conteúdos:

– prática  de Zhan Zhuang Chi Kung;

– alinhamento e movimento integral;

– inspiração, expiração, voz e sopro;

– caminhadas;

– rituais de celebração;

– detox com sopas nutritivas e terapêuticas 

– Jantar Sublime de Passagem de Ano 

– Brunch de Ano Novo

Alimentação:

As refeições estão a cargo de Maria João Martinho, formada pelo Instituto de Macrobiótica de Portugal, e são elaboradas com produtos biológicos de origem certificada.

Preço por pessoa: 175€

– Desconto de 10% para inscrições feitas até 1 de Dezembro

– Desconto de 10% para casais e familiares

– Desconto de 15% na acumulação das duas condições acima

Inscrições: theplacetopause@gmail.com

Programa:

Chegada – dia 29

15h00 – Recepção 

16.30 – Caminhada de abrandamento com prática de Chi Kung

19h30 – Jantar 

21h – Apresentação 

22h30 – Recolhimento

dia 30 

07h00 – Despertar e chá da manhã

07h30- Prática de Chi Kung

09h00 – Pequeno almoço 

11h00 – Prática Chi Kung – estrutura, alinhamento e alongamento 

13h00 – Almoço 

16h00 – Chi Kung – a prática, a teoria, a alimentação a integração no quotidiano

19h30 – Jantar 

21h00 – Chi Kung deitado 

22h00 – Ceia com chá ou caldo

22h30 – Recolhimento 

dia 31

07h00 – Despertar e chá da manhã

07h30- Prática de Chi Kung

09h00 – Pequeno almoço 

11h00 – Prática Chi Kung – estrutura, alinhamento e alongamento 

13h00 – Almoço 

16h00 – Chi Kung – respiração e movimento

18h00 – Chá e tempo de reflexão

21h00 – Jantar Sublime de Fim de Ano

23h30 – Meditação para a Passagem do Ano –  inspiração e expiração – celebração do movimento novo

01h30 – Recolhimento 

dia 1

08h00 -Despertar e chá da manhã 

08h30 – Prática de Chi Kung – alongamentos

09h00 – Caminhada – passeio à Pedra do Vento

12h00 – Brunch de Ano Novo

14h00 – Balanço das atividades e despedida 

IMG_1391

Manhã de prática para o Inverno

201809 Pausa de Equinocio-19

1 de Dezembro – manhã de prática para o Inverno

O Imperador Amarelo diz que durante os meses de Inverno tudo na natureza definha, esconde-se, regressa a casa e começa um período de repouso.

Nesta manhã de prática a proposta é trabalhar a qualidade da energia do Inverno, explorando as possibilidades de a conciliar e adaptar às exigências dos nossos ritmos contemporâneos.

Sábado 1 de Dezembro

10.00 – 13.00

20€ por pessoa

Inscrições para: theplacetopause@gmail.com

Conteúdos a desenvolver:

– Posturas Zhan Zhuang – energia Água

– Alinhamento e as Nove Pérolas

– Shu Li – testar o poder em movimento

– Tui Shou – trabalho a pares

Stand still, keep your spirit (Master Long Nian)

water

Chi Kung no S. Martinho

s. martinho

Dia de Prática – S. Martinho – 11 de Novembro

INSCRIÇÕES ABERTAS para: theplacetopause@gmail.com

60€ POR PESSOA – desconto de 10% para casais e familiares.

O sistema imunitário e as artes marciais – temperar a energia Metal

Aproveitando o Outono e a aproximação do Inverno proponho um treino poderoso para investir num sistema imunitário invulnerável.

Quando iniciei a minha prática de Chi Kung, comecei com a noção de que haveria uma distinção no que se considera a prática marcial e a prática terapêutica. Depois comecei a descobrir que, no que é fundamental, não há distinção, porque todo o trabalho se desenvolve ao nível do sistema imunitário, no sentido mais amplo, profundo e integral do conceito.

No modelo da Medicina Tradicional Chinesa a imunidade é determinada pelo vigor e circulação da nossa energia – Chi. Esta é a energia vital que circula pelo corpo inteiro, nutrindo cada célula e expandindo-se em torno do corpo numa aura protectora. Esta é a energia que no treino Zhan Zhuang se estimula e promove, elevando a nossa matriz energética a um novo nível de atividade e capacidade. Com este treino fortalecemos o sistema imunitário natural e obtemos ainda um efeito poderoso no sistema cardio-vascular, sem esforço para o coração, aumentando o volume de sangue a circular pelos órgãos e tecidos, elevando a produção de hemoglobina, o que resulta numa circulação de sangue oxigenado potencializado.

O treino e o programa está estruturado para enquadrar participantes de qualquer nível, com um acompanhamento para adequar a exigência da prática ás necessidades e capacidades de cada um. O treino será efetuada  no exterior, e incluirá uma caminhada se as condições meteorológicas o permitirem.

Inclui maravilhosa refeição vegetariana e vegan elaborada segundo os princípios da Macrobiótica e a Teoria dos Cinco Elementos, e com produtos biológicos de produção local – Maria João Martinho na cozinha.

Programa:

9.30 – 10.00 Chegada e receção com chá de boas vindas

10.00 – 13.00 Prática de Chi Kung

13.00 – 15.00 Almoço de S. Martinho

15.00 – 17.30 Prática de Chi Kung

Conteúdos a desenvolver:

– Posturas Zhan Zhuang – energia Metal

– Alinhamento e as Nove Pérolas

– Trabalho de pernas – 2º coração

– Shu Li – testar o poder em movimento

– Tui Shou – trabalho a pares

ChiKung@Sintra

EST_0998Stand still, keep your spirit (Master Long Nian)

O Poder do Metal

metal

 27 de Outubro – 10.00 às 13.00

Sessão de prática no espaço ChiKung@Sintra – todo o ano o treino na natureza.

Na teoria dos Cinco Elementos o Outono é a estação em que o elemento Metal se expressa em todo o espetro da experiência física, emocional, mental e espiritual. Em termos terapêuticos é a estação para cuidar e fortalecer o pulmão, na medicina chinesa associado ao sistema imunitário. 

Nesta sessão de prática propõe-se um programa de treino para explorar e cultivar a energia Metal na sua subtil mas penetrante e profunda expressão, no corpo e na mente. 

O treino incluirá prática de postura Zhan Zhuang e as Oito Peças de Brocado. 

Inscrições limitadas – 20€ por pessoa.

theplacetopause@gmail.com

Abrandar

cadeira

Há alguns anos orientei uma aluna de dança num exercício de composição que ía ser apresentado como prova final da disciplina no último ano de formação na Escola de Dança do Conservatório Nacional. A tensão e o nervosismo era o habitual num contexto de trabalho  em que o corpo é sujeito a uma rotina exigente e rigorosa, e em que o stress acaba por ser parte integrante do processo de trabalho.

Ela lesionou-se gravemente num pé poucas semanas antes da apresentação do exercício. Não estar presente na apresentação final era inaceitável para ela. Sugeri então que fizesse o seu trabalho numa cadeira, integrando de forma autêntica a informação que esta situação lhe oferecia. O seu trabalho transfigurou-se e surgiu uma capacidade de escuta, de seguir impulsos subtis do corpo, uma profundidade e sensibilidade que anteriormente não estavam presentes.  Este abrandar forçado permitiu-lhe encontrar o movimento.