Chi Kung em Casa – Nova Temporada

Práticas do Profundo Reparar

com Margarida Bettencourt – via Zoom

Reparar – consertar – compor – refazer – Reparar – notar – observar – olhar – verificar – Reparar – dar importância – cuidar – ligar – Reparar – compensar – recuperar-se – ressarcir – Reparar – recuperar – restabelecer – recobrar – Reparar – dar satisfação – retratar-se – Reparar – corrigir – emendar – remediar – Reparar – melhorar – apurar – polir – retocar – Reparar – acautelar – prevenir – resguardar – Reparar – proteger-se – cobrir-se – abrigar-se

Aulas regulares

2ª feira – 9.00 às 10.15

3ª feira – 19.00 às 20.15

Valor – 5€ por aula

 

Fim de Verão – Manhã de Chi Kung

Fim de Verão – Elemento Terra

Manhã de Prática – Almoço do Aconchego

4 de Setembro10.00 às 14.30

Terra

Terra

Por mais distante o errante navegante

Quem jamais te esqueceria?

Eu estou apaixonado por uma menina terra

Signo de elemento terra

Do mar se diz terra à vista

Terra para o pé firmeza

Terra para mão carícia

Caetano Veloso

Programa

No sistema dos Cinco Elementos, Terra é considerado o pito, o fulcro central em torno do qual as outras forças se movem em constante intercâmbio de relações. Como o planeta terra, é uma energia de profundidade e estabilidade – que absorve as outras forças e sustenta a vida.

Conteúdos a desenvolver:

– Posturas Zhan Zhuang  – as relações dos Cinco Elementos

– Explorar o equilíbrio  e a estabilidade

– Fortalecer e tonificar as pernas – o Gua

As sessões de prática serão no pavilhão exterior e prevê-se também uma caminhada em meditação com prática no pinhal.

40€ por pessoa (inclui almoço)

Inscrições limitadas – theplacetopause@gmail.com

Stand still, keep your spirit (Master Long Nian)

manhã de Chi Kung e almoço luminoso

sol – terra – corpo pleno

manhã de Chi Kung e almoço luminoso

5 de Junho de 2021

10.00 às 13.00 – prática com caminhada – mergulho no bosque – banho de luz

13.00 às 14.30 – Almoço

O poder do Fogo é indispensável ao ser humano – é um poder vital.

O treino desta qualidade de energia afecta-nos profundamente a muito níveis – tem a capacidade de derreter, fundir, dissolver obstruções físicas, mentais e emocionais – desde tensões musculares à inércia e depressão. Desenvolve o calor do coração, o humor e a criatividade. É a essência do poder da intuição e da imaginação.

Explorando a respiração do mundo no seu dinamismo mais primário – vamos nos embrenhar na direcção do seio da terra – elevando-nos para o Sol.

Programa

  • caminhar – deslocações – órbitas – o movimento universal
  • Treino da Quietude- posturas Zhan Zhuang – estar de pé como uma árvore
  • respiração – ligação ao fogo que tudo decide
  • partituras e exercícios de percepção no habitar do corpo e do espaço 

40€ por pessoa

Inscrições abertas – theplacetopause@gmail.com

As plantas são a transfiguração metafísica da rotação do planeta em torno do sol, o limiar que transforma um fenómeno puramente mecânico em acontecimento metafísico. E, o que é mais, elas fazem o Sol habitar na Terra; transformam o sopro do Sol – a sua energia, a sua luz, os seus raios – nos corpos que habitam o planeta; fazem da carne viva de todos os organismos terrestres uma matéria solar. 

A Vida das Plantas – Emanuele Coccia

Manhã de Chi Kung e almoço – Concluído!

Mergulho no Bosque

As árvores acalmam e ajudam-nos a recuperar, a sarar, a harmonizar. Quando vemos imagens de hospitais do fim do séc. XIX e início do séc.XX vemos que são densamente arborizados. É verdade que é difícil de medir os efeitos da exposição às árvores, dependerá sem dúvida da receptividade de cada um, sendo que as árvores também não são todas iguais – mas parece indiscutível que elas nos fazem bem.

No Japão existe a prática do banho de floresta – shinrin-yoku . Há estudos envolvendo grupos diversificados de populações japonesas na prática do banho de floresta, nos quais se fizeram registos regulares dos indicadores de stress com parâmetros simples como a tensão arterial, o batimento cardíaco, e os níveis de cortisol. Os efeitos calmantes destes banhos e o efeito das árvores na atenuação do stress apresentam-se como evidentes.

É já reconhecido que as árvores podem estimular o nosso sistema imunitário. Para além do shinrin-yoku,  já referido, empregam-se também as aromaterapias para reforçar as defesas imunitárias. As árvores produzem substâncias voláteis denominadas phytoncides, que são essenciais aos bosques na protecção das infecções microbianas. Estas mesmas substâncias são susceptíveis de ativar os nossos linfócitos – um passeio de um dia ou dois na floresta tem efeitos durante um mês na atividade dos linfócitos. Basta inspirar para captar as substâncias que voltejam em redor, verdadeiros elfos bem feitores. É a bio-inspiração, literalmente.

Esta partilha generosa vai para além dos efeitos no sistema imunitário – há substâncias com efeito antioxidante, anti-inflamatório e até que influenciam a regeneração dos ossos. Talvez com estes estudos, e outros que se seguirão, possamos encontrar alguma explicação para a nossa ligação íntima com as árvores.

Talvez se goste da sua companhia, porque o corpo sabe o bem que nos fazem.

Referências – Penser comme une arbre de Jacques Tassin

Próximo evento – manhã de Chi Kung e almoço – dia 5 de Junho

Em breve mais informações

Manhã de Chi Kung e Almoço – ao vivo!

florir – sentir – tocar o mundo

8 de Maio de 2021

Manhã de Chi Kung e Almoço – em Sintra

Neste regresso à prática presencial, em comunhão e em grupo, vamos explorar a intimidade com a natureza, entregando o corpo à intensidade dos sentidos e à possibilidade de metamorfose universal. Sermos inspirados pela arte da natureza – na relação de sensibilidade que nos toca e apazigua as turbulências do corpo e espírito.

Programa de Chi Kung com Margarida Bettencourt

10.00 às 13.00 – prática com caminhada e mergulho no bosque

  • treino de quietude – posturas Zhan Zhuang – estar de pé como uma árvore
  • partituras e exercícios de percepção no habitar do corpo e do espaço 
  • caminhar – ato de relação e intuição

13.00 às 14.30 – Almoço florido e colorido

Limonada de frutos vermelhos -creme de beterraba com amor perfeito – rolinhos de courgete com húmus de tempeh e tâmaras em cama de polenta cremosa – salada floral – cheese cake de morango

40€ por pessoa

Inscrições muito limitadas! 

de coração nas mãos

Práticas de Cuidado e Utopia – os Braços em Chi Kung

com Margarida Bettencourt – via Zoom

17 de Abril – 10.00 às 12.00

A quietude e lentidão nas formas e posturas de Chi Kung revelam de forma particular as tensões e bloqueios na estrutura superior do corpo – por outro lado oferecem a oportunidade de transformação e libertação. Nesta sessão de aprofundamento vamos desvendar e apurar essas possibilidades com exercícios que incorporam a respiração, a relação com a gravidade – explorando a percepção e compreensão das várias dimensões do mapeamento deste território do corpo.

Esta experiência de duas horas concede a oportunidade de libertação do esforço e tensão no pescoço, ombros e braços – reconhecendo e afirmando os trajectos do centro do corpo para as extremidades superiores – do coração para as mãos.

Programa

  • apresentação sobre os trajectos mio-fasciais dos braços, co-relação com os meridianos energéticos e tendino-musculares; breve introdução à anatomia neuro-vascular do pescoço e tórax na relação com os braços.
  • exercícios de libertação neuro-vascular.
  • treino de Zhan Zhuang Chi Kung – alinhamento e posturas.
  • a gravação da sessão será enviada aos participantes.

10€ por pessoa

Inscrições

Manhã de Chi Kung – 20 de Março

respirar – ser – no mundo

Tudo no vivo é simplesmente articulação da respiração: da percepção à digestão, do pensamento ao gozo, da palavra à locomoção. Emanuele Coccia – A Vida das Plantas

Práticas de Cuidado e Utopia – 4ª edição – via Zoom

com Margarida Bettencourt

Tendo como referência o enunciado de que a respiração está no fundo de todas as nossas experiências, o programa é dedicado a uma imersão neste movimento primordial – sondar, apreciar, decifrar, intuir – respirar para saborear o mundo. 

O programa pretende explorar e integrar a experiência mais racional e analítica do lado esquerdo do cérebro, com o lado direito que tem a faculdade de contemplar a dimensão profunda e misteriosa da realidade, do corpo e da vida.

  • Exercícios de respiração, percepção e consciência do aparelho respiratório, relação da respiração com o sistema neuro-vascular – uma prática de dedicação profunda incorporando de uma forma experiencial a anatomia e funcionalidade do aparelho respiratório  – explorando a forma de habitar o corpo e ser no mundo. 
  • O treino nas posturas arquetípicas  Zhan Zhuang – interrogar o corpo, a sua forma, a sua consistência dentro do sopro – numa imersão vibrante em que deixa de existir oposição entre movimento e imobilidade.

Sessão de duas horas – 20 de Março de 2021 – 10.00 às 12.00

5 sessões de 30 min – 22 a 26 de Março – 8.00

O programa consiste numa sessão de imersão profunda de duas horas – e cinco sessões matinais breves. As sessões matinais serão gravadas e disponibilizadas aos participantes que não tenham disponibilidade no horário indicado.

O intuito é potenciar a criação de um treino regular autónomo através da prática de integração e exploração durante a semana seguinte.

Valor por pessoa – 20€

Inscrições: ck.margaridabettencourt@gmail.com

Mergulho Profundo – Rendição à Pressão


Há tempos assisti a uma entrevista com a campeã do mundo de mergulho profundo na modalidade de lastro constante. Falando sobre a experiência do mergulho profundo, referiu-se à capacidade de rendição à pressão como crucial para o sucesso de um mergulho – à medida que o corpo desce, e aumenta progressivamente a pressão a que é sujeito, a rendição à pressão consiste em relaxar o corpo, numa entrega à força da água –  reduzir a resistência, sustentar a integridade da estrutura, mantendo o foco e a direcção, tranquilamente.

A descrição do extraordinário mergulho de Alenka Artnik é impressionante.  Numa manhã de Novembro de 2020,  ao largo da costa egípcia, nas águas mornas do Mar Vermelho, vestida com um fato de mergulho fino de cor roxa,  de monobarbatana, e um peso de kilo e meio à volta do pescoço, inspira e mergulha, sem máscara, seguindo um cabo que desce à profundidade de 114m. 

Ela mantém-se presente e calma. De pulmões cheios de ar, desce no profundo azul, impulsionada pelo batimento das pernas.

Em descidas de água profunda, a pressão barometrica aumenta a cada 10m – aos 20m de profundidade os pulmões de Alenka são comprimidos para um terço da sua capacidade – nesta altura  desloca para a boca o ar necessário para equalizar os pulmões. Na eventualidade de os lábios deixarem escapar ar, o risco e o perigo tornam o mergulho inviável.

Aos 70 metros Alenka fecha os olhos, pára os batimentos de pernas e é sugada para baixo pelo ímpeto de sucção –  rende-se à queda livre – suspende o pensamento e o movimento – o pensamento requer oxigénio. Na descida progressiva nota o aumento de pressão – como um abraço do oceano.

Quando o relógio de mergulho assinala 109 metros, a cinco metros do objectivo, o mergulho já dura há quase dois minutos. Abre os olhos quando chega ao fim do cabo, recolhe uma marca de controle, vira-se e inicia a ascensão. Para regressar à luz e ao ar, tem agora que nadar contra o peso da água, o que se assemelha a nadar contra a corrente.

A próxima inspiração está a quase dois minutos de distância.

A subida é a parte mais perigosa de qualquer mergulho profundo porque o nível de oxigénio dos mergulhadores está muito baixo, colocando-os em risco de desmaio. Mergulhadores de segurança acompanham os atletas, treinados na observação de sinais de hipoxia, para em caso de perigo os agarrarem e conduzirem à superfície.

Alenka mantém os batimentos de pernas equilibrados e harmoniosos, assomando tranquilamente à superfície depois de um mergulho de três minutos e 41 segundos.

Segura o cabo, inspira rápida e repetidamente para promover a re-oxigenação. Cumpre todos os protocolos de superfície necessários para o juíz. Alenka remove a mola do nariz, apresenta a sua marca de controle, e diz as palavras ansiadas, suave mas claramente, “estou bem.”

A descrição do mergulho é uma adaptação e tradução livre da reportagem de Adam Skolnick – NYT

Chi Kung em Casa – 2021

Práticas do Profundo Reparar

Início a 11 de Janeiro – via Zoom

com Margarida Bettencourt

Reparar – consertar – compor – refazer – Reparar – notar – observar – olhar – verificar – Reparar – dar importância – cuidar – ligar – Reparar – compensar – recuperar-se – ressarcir – Reparar – recuperar – restabelecer – recobrar – Reparar – dar satisfação – retratar-se – Reparar – corrigir – emendar – remediar – Reparar – melhorar – apurar – polir – retocar – Reparar – acautelar – prevenir – resguardar – Reparar – proteger-se – cobrir-se – abrigar-se 

Uma hora depois de nascer o bebé humano começa a imitar os gestos dos adultos que o rodeiam, e demonstra claramente regozijo com as respostas que obtém; reconhecemos assim uma relação íntima entre as acções do corpo dos outros e os nossos estados internos. A neurociência contemporânea diz-nos que o movimento do corpo é um dos processos mais importantes na aprendizagem sobre nós próprios e na descoberta do mundo que nos rodeia. Os movimentos do corpo criam as nossas ideias e sentimentos – gestos não são apenas reflexos do pensamento, ajudam a formar o pensamento. 

Este programa propõe a devoção ao corpo – no movimento de profundo reparar.

Modalidades

Com o intuito de ter uma oferta mais flexível e versátil de possibilidades de prática permitidas por este formato online,  serão disponibilizadas as seguintes modalidades, todas via Zoom:

  • Aulas regulares nos dias e horários que já estavam estabelecidos – detalhes do programa abaixo

2ª feira – 9.00 às 10.15 – 18 Movimentos de Tai Chi – Shibashi

3ª feira – 19.00 às 20.15 – Treino da Quietude – Zhan Zhuang

5ª feira – 19.00 às 20.15 – Passos em Chi Kung – a Dança da Saúde

Valor – 5€ por aula / 40€ livre trânsito mensal

  • Acesso às gravações das aulas regulares – as aulas regulares serão gravadas e disponibilizadas a quem pretende frequentar o programa – não podendo estar presente por incompatibilidade de horários.

Valor – 5€ por aula / 40€ livre trânsito mensal

  • Sessões de Aprofundamento e Investigação – duas horas de prática, um sábado por mês, com tema a anunciar.

Próxima data 16 de Janeiro – 10.00 às 12.00

Valor – 20€ por sessão de duas horas

  • Sessões Individuais de Tutoria – sessões de prática com duração de 50 min., acompanhamento individualizado, marcação em horário a combinar.

Valor 15€ por sessão

Inscrições abertas!

ck.margaridabettencourt@gmail.com

Programa – Aulas Regulares

18 Movimentos – Shibashi – 2ª feira – 9.00 às 10.15

Shibashi, também conhecido por Tai Chi Chi Kung em 18 movimentos é um sistema de exercícios com movimentos fluídos e contínuos. É um sistema bastante recente, criado em 1982 , e que se tornou uma disciplina obrigatória dos cursos de Medicina Tradicional Chinesa. Atribui-se a estes movimentos efeitos tonificantes e relaxantes consideráveis, que potenciam o fluir harmonioso da energia dos meridianos. Os exercícios introduzem elementos básicos de transições de peso, coordenação de braços e pernas, e integração da respiração com o movimento. Os movimentos são suaves e fluídos, com estiramentos moderados combinados com respiração coordenada, encorajando a libertação de tensões profundas nos tecidos dos sistemas musculares e neuro-vasculares.

Treino da Quietude – 3ª feira – 18.45 às 20.00

Com muito pouco movimento exterior, Zhan Zhuang é das formas mais potentes da disciplina de Chi Kung. Trata-se de um sistema singular que trabalha o funcionamento do corpo humano através de uma série de posturas cuidadosamente escolhidas ao longo de uma tradição milenar.

A prática sugere o desenvolvimento de grande força interna, como a que se desenvolve numa árvore magnífica. Estes exercícios podem ser praticados por qualquer um, sendo irrelevante a idade ou estado de saúde. Os movimentos e posturas são simples e a forma como afectam cada um depende das necessidades e capacidades individuais.

Interiormente alerta, aberto, calmo.

Exteriormente vertical, expansivo, de espírito pleno.

Este é a fundamento da quietude.

Juntar o duro e o suave, o poderoso e o folgado,

Movimento e quietude, contração e expansão:

No momento de convergência, existe poder.

Wang Xiang Zhai

Passos em Chi Kung e Dança da Saúde – 5ª feira – 18.45 às 20.00

Quando caminhamos movemo-nos de um lugar para outro usando as pernas. É um processo de mudança – e os processos de mudança podem ser dramáticos e desafiantes – expõem-nos à vulnerabilidade e à inquietação. Todas as grandes tradições de pensamento e reflexão investigam os processos de mudança e como lidamos com eles. Numa prática profunda de corpo, a disciplina do treino dos passos integra conceitos contraditórios – a quietude e o movimento – criando um treino na demanda de um equilíbrio flexível e dinâmico. A Dança da Saúde integra e explora estas noções dando espaço a uma forma mais espontânea e livre de habitar o corpo e a prática.

Aula Aberta de Chi Kung – Solstício de Inverno

A Pluma do Sopro Divino

21 de Dezembro – 9.00 às 10.00 via Zoom

com Margarida Bettencourt

Em grego a palavra psyche significa ‘alma’, e tem a mesma raiz de psychein que significa ‘respirar’; a palavra grega pneuma, que significa ‘espírito’, também é a palavra usada para ‘vento’. Neste dia de maravilhoso alinhamento do Cosmos vamos apreciar e admirar o impulso da inspiração – um treino de devoção – em que o coração é o órgão amoroso de repetição.

Programa
  • O Coração e o Diafragma na respiração
  • Pousar a mente – espaço interno – espaço externo – uma pulsação
  • Do coração às mãos
  • A vibração dos Cinco Elementos – exploração de posturas Zhan Zhuang

Inscrição

theplacetopause@gmail.com

É necessária a inscrição para obter dados de acesso à sessão Zoom