Abrandar

cadeira

Há alguns anos orientei uma aluna de dança num exercício de composição que ía ser apresentado como prova final da disciplina no último ano de formação na Escola de Dança do Conservatório Nacional. A tensão e o nervosismo era o habitual num contexto de trabalho  em que o corpo é sujeito a uma rotina exigente e rigorosa, e em que o stress acaba por ser parte integrante do processo de trabalho.

Ela lesionou-se gravemente num pé poucas semanas antes da apresentação do exercício. Não estar presente na apresentação final era inaceitável para ela. Sugeri então que fizesse o seu trabalho numa cadeira, integrando de forma autêntica a informação que esta situação lhe oferecia. O seu trabalho transfigurou-se e surgiu uma capacidade de escuta, de seguir impulsos subtis do corpo, uma profundidade e sensibilidade que anteriormente não estavam presentes.  Este abrandar forçado permitiu-lhe encontrar o movimento.

ASMR

ASMR – este é um acrónimo para “ Autonomous Sensory Meridian Response ”, termo que se refere a uma sensação física caracterizada por uma sensação de formigueiro agradável, geralmente iniciada na cabeça e couro cabeludo, podendo percorrer também a coluna e pernas.

Também conhecido por AIHO ( Attention induced head orgasm), ou AIE (Attention induced euphoria), ou simplesmente orgasmo da cabeça e formigueiro da cabeça.

O objetivo de ASMR é simplesmente induzir um estado de relaxamento. Existe uma comunidade ASMR em expansão no Youtube com vídeos que envolvem uma variedade de atividades e sonoridades:

– sussurrar

– movimentos suaves de mãos

– movimentos e sons dos lábios

– unhas a bater ou arranhar superfícies duras

– sons de escovar

– e muitos mais sons, movimentos e objetos

Estes vídeos propõe-se induzir no observador um estado de relaxamento com um formigueiro na cabeça e/ou coluna. 

Este é o som, que gravei aqui em casa, e  que me induz o estado de relaxamento ASMR.

Fogo Lento – Retiro de Verão

Retiro detox com Zhan Zhuang Chi Kung
1 a 7 de Julho de 2018

fogo-lento1

Uma pausa mais prolongada para o início do Verão , em que o tempo expandido de prática e de ementa cuidada pode potenciar efeitos mais profundos e duradouros para corpo e espírito.
O verão é a estação da alegria, da gargalhada, e da paixão a que se associa o elemento Fogo. Sem dúvida um elemento vital, o fogo quando arde muito forte é destruidor, consome-se rapidamente, deixando o negro, o seco do carbonizado, e o sabor amargo.
É crucial para a saúde gerir e acalmar o fogo – trabalhar o fogo lento – controlando-o com o elemento água, aliviando e equilibrando o fogo interno.
Aplicamos estes conceitos no trabalho de corpo e na alimentação para fomentar este apaziguar. O fogo deve estar vivo e forte, mas lento.
Este programa inclui uma consulta de diagnóstico de Medicina Tradicional Chinesa. As consultas ocorrerão no primeiro dia do retiro.

Programa

Dia 1 de Julho chegada a partir das 14h

Consultas de diagnóstico

20h – Jantar

21.30 – Apresentação do programa

Dias 2 – 6 de Julho

7h – Despertar e chá da manhã

7.30 – Prática – estrutura, alinhamento e alongamento.

9h – Pequeno Almoço

11h – Prática – Chi Kung

13h – Almoço

17 – Chi Kung – a prática, a teoria, a integração no quotidiano.

20h – Jantar

22h – Recolher

Dia 7 de Julho

7h – Despertar e chá da manhã

7.30 – Prática – reflexão e integração

10h – Brunch de despedida

Refeições

A ementa é concebida para favorecer um abrandamento gradual do organismo, promovendo uma desintoxicação suave e profunda através dos alimentos escolhidos. Durante os três dias nucleares do programa a alimentação será maioritariamente de sopas nutritivas , caldos, sumos e chás, regressando gradualmente a uma alimentação regular nos últimos dois dias. As refeições são confeccionadas por Maria João Martinho, segundo os preceitos da cozinha macrobiótica e a teoria das Cinco Transformações, com produtos biológicos e de produção local.

Zhan Zhuang Chi Kung

O Zhan Zhuang é uma das formas mais potentes da disciplina de Chi Kung. Trata-se de um sistema singular que age sobre o funcionamento do corpo humano através de uma série de posturas cuidadosamente escolhidas ao longo de uma tradição milenar. As sessões de prática decorrerão sobretudo ao ar livre num espaço novo que oferece as condições ideais para a prática na natureza.

The Place to Pause

O alojamento é em quartos partilhados, no espaço acolhedor, confortável de uma casa construída em madeira, inserida numa paisagem idílica em Sintra, que convida a alongar o olhar e o corpo, tornando a prática da quietude um impulso natural.

Preços
420€ – inscrições até dia 30 de Abril
460€ depois desta data

O preço inclui todo o programa de atividades, uma consulta de diagnóstico de MTC, todas as refeições, e alojamento em quarto partilhado de duas pessoas. ( valor por pessoa)

Inscrições e modo de pagamento

– 10% de desconto para inscrições formalizadas até 30 de Abril
– Formalização da inscrição através do pagamento de 50% do valor total (através de transferência bancária)
– Pagamento do restante valor até 18 de Junho

Dança da Saúde – da Quietude para o Movimento

Dia de prática – 14 de Abril de 2018

quietude-movimento

Soltar os cabelos, sacudir o corpo, saltar, correr, dançar! É a impulsão que nos traz esta energia mais expansiva que começa a notar-se com os dias a crescer e a temperatura a subir.
Iniciar o movimento a partir da quietude permite um nível de consciência e percepção de grande precisão, coordenando a mente e o corpo para um trabalho de integração e equilíbrio. Abandonamos as tensões desnecessárias, e surge o relaxar autêntico num equilíbrio desenvolvido a partir da quietude.

O programa deste dia de prática propõe uma introdução à Dança da Saúde, disciplina da arte marcial Da Cheng Chuan.
Vamos trabalhar a partir das posturas fundamentais, experimentar passos básicos e explorar as possibilidades de nos libertarmos para o movimento, a partir da quietude.

Programa aberto a todos os níveis de prática.
Chegada a partir das 9.30 – com chá de boas vindas

10h-13h Prática

13h 15h Almoço (refeição vegetariana e macrobiótica))

15h -18.00 Prática e reflexão teórica.

Preço por pessoa : 55€

Inscrições limitadas!
theplacetopause@gmail.com

Power training com Zhan Zhuang Chi Kung

P1050094

No próximo dia 3 de Março propomos um dia de treino de Zhan Zhuang Chi Kung, dirigido por Margarida Bettencourt e com almoço de cozinha vegetariana macrobiótica confeccionado por Maria João Martinho.

Os músculos do corpo dividem-se em dois grupos – os do movimento e os da postura. Em geral os músculos relacionados com a nossa postura são curtos e localizam-se em camadas mais profundas próximo dos ossos.

Ao longo dos séculos, o Zhan Zhuang Chi Kung tem sido usado como treino fundamental para as artes marciais em que a capacidade de réplica rápida e explosiva é essencial.

O estar de pé de forma dinâmica nas várias posturas do Zhan Zhuang permite fortalecer os músculos e tecidos mais internos (estrutura nuclear – core) e assim revitalizar todo o corpo.

Neste dia vamos fazer um trabalho alternado de quietude e movimento para desenvolver a capacidade de se empregar cem por cento da energia e intenção, dirigindo-a para onde é necessária. Uma das práticas mais eficientes para o desenvolvimento de uma estrutura poderosa, é estar de pé como uma árvore.

Inscrições : theplacetopause@gmail.com

Programa aberto a todos os níveis de prática.
Chegada a partir das 9.30 – com chá de boas vindas

10h-13h Prática

13h 15h Almoço (ementa a anunciar)

15h -17.30 Prática e reflexão teórica.

Preço por pessoa : 60€

Inscrições limitadas!
theplacetopause@gmail.com

O Elemento Água

water.jpg

O poder do Inverno é um poder de ênfase – ênfase na essência da vida. Sem a ornamentação exterior das folhas, flores e frutos das estações de crescimento, uma planta fica na sua pura essência: a semente com o seu potencial no mais profundo de si, ou a árvore despedida até ao tronco, ramos e raízes.

Para nós, o Inverno é um tempo de reflexão, onde podemos repousar naquele lugar em que somos essência sem adornos.
A água, elemento que corresponde ao Inverno, aponta-nos para esse lago escuro e quieto dentro de nós. Podemos usar a energia desta estação para o descobrir e explorar.