Expiração e Quietude

Retiro Chi Kung e Detox – 31 de Outubro a 2 de Novembro

elemento água

Nas tradições ancestrais celtas considerava-se que havia uma noite no final do Outono em que o mundo das coisas materiais e o mundo do que é mais espiritual se tocavam como que através de um véu. Essa noite chamava-se “ Hallowed Eve” ou Noite Santa. Na tradição católica essa celebração transformou-se, e é o dia de Todos os Santos para recordar e homenagear os nossos mortos.

Neste retiro vamos mergulhar numa prática de quietude e contemplação inspirada nesta procura de um estado mais subtil de atenção. Vamos explorar a expiração como movimento fundamental da respiração, na relação com o movimento do corpo e da mente.

A prática de Zhan Zhuang Chi Kung será a premissa basilar e o programa incluirá períodos de meditação para propiciar e potenciar o aprofundamento da prática.

Esta pausa é de dois dias completos com entrada na 5ª feira, dia 31 de Outubro ao fim do dia e saída no sábado dia 2, depois do lanche de fim de tarde, pelas 18.00.

Programa

Posturas Zhan Zhuang, movimento com intenção, qualidade da energia e expansão para o espaço.

A ementa é detox segundo os preceitos da cozinha macrobiótica e a teoria das Cinco Transformações. 

Introdução à Transformação Água na Medicina Tradicional Chinesa. 

Todas as sessões de prática serão no exterior.

É proposto um período de quietude durante todo o dia 1 de Novembro. 

120€ por pessoa

( este valor inclui a estadia, alimentação e todas as sessões de prática)

Inscrições limitadas:

theplacetopause@gmail.com

Chegada – dia 31

18h00 – Cocktail de boas vindas 

19h30 – Jantar 

20.30h – Apresentação

21.30 – Passeio e meditação noturno

23h00 – Recolhimento

Dia 1 de Novembro

07h00 – Despertar e chá da manhã

07h30- Prática de Chi Kung – introdução à meditação compassiva Tonglen

09h00 – Pequeno almoço 

10h00 – Prática Chi Kung  – estrutura, alinhamento e alongamento  

13h00 – Almoço 

16h00 – Chi Kung – a prática, a teoria, a alimentação a integração no quotidiano, seguido de caminhada em meditação.

19h30 – Jantar 

20h30 – Meditação e Chi Kung deitado 

22h00 – Recolhimento 

Dia 2 de Novembro

07h00 -Despertar e chá da manhã 

07h30 – Prática de Chi Kung e meditação

09h00 – Pequeno almoço 

10h00 – Prática Chi Kung  – estrutura, alinhamento e alongamento  

13h00 – Almoço

16h00 – Prática Chi Kung – reflexão e integração

17h30 – Lanche Festivo 

18h30 – Balanço das atividades e despedida 

Refeições

A ementa é concebida para favorecer um abrandamento gradual do organismo, promovendo uma desintoxicação suave e profunda através dos alimentos escolhidos.  As refeições são confeccionadas por Maria João Martinho, segundo os preceitos da cozinha macrobiótica e a teoria das Cinco Transformações, com produtos biológicos e de produção local. 

Zhan Zhuang Chi Kung

O Zhan Zhuang é uma das formas mais potentes da disciplina de Chi Kung. Trata-se de um sistema singular que age sobre o funcionamento do corpo humano através de uma série de posturas cuidadosamente escolhidas ao longo de uma tradição milenar. As sessões de prática decorrerão sobretudo ao ar livre num espaço que oferece as condições ideais para a prática na natureza. 

The Place to Pause

O alojamento é em quartos partilhados, no espaço acolhedor, confortável de uma casa construída em madeira, inserida numa paisagem idílica em Sintra,  que convida a alongar o olhar e o corpo, tornando a prática da quietude um impulso natural.

Devagar se vai ao longe

countryroad

Recentemente comprei um carro elétrico. Neste texto não pretendo desenvolver  ou opinar sobre as vantagens e desvantagens do carro elétrico no que concerna a opções  ecológicas de transporte. Interessa-me explorar como pode ser transformadora e inspiradora a prática de conduzir um carro eléctrico.

Tenho um carro da gama mais baixa do mercado o que quer dizer que tem uma autonomia bastante limitada, cerca de 170km. No entanto, esta é uma autonomia aproximada que depende totalmente do tipo de condução. Se usarmos uma condução desportiva e acelerada esta autonomia reduz drasticamente, o que implica ter que carregar a bateria mais vezes ou correr o risco de ficar algures sem bateria. Para usufruir da economia que um veículo elétrico pode oferecer temos que ter disciplina e ser comedidos. O ser comedido é bastante literal, especialmente no início. Planeio com bastante rigor e faço contas ao trajecto para ver se vou precisar de carregar a bateria durante a viagem. Viajo com medida. Tenho que calcular e pensar. Isto é transformador no sentido em que faço escolhas e tomo decisões sobre como gerir o gasto de energia nas minhas deslocações. Quando se programa um treino físico também se faz isso, logo isto é algo que me é familiar, e tem sido muito interessante aplicar este conhecimento na relação com a condução de um veículo elétrico.

Há outro aspecto muito significativo. O veículo elétrico tem um sistema que se chama travagem regenerativa, a qual se traduz na conversão em energia, que serve para carregar a bateria, de cada vez que o condutor trava ou alivia o acelerador. Aliviar o acelerador e travar, carrega a bateria. Há para mim algo de verdadeiramente revolucionário neste conceito: abrandar e travar para ir mais longe! Aceitando condições em que nos estabelecemos limites e refreamos impulsos desnecessários começamos a agir subtilmente sobre o nosso sistema nervoso com efeitos ao nível emocional, psicológico e físico. Na rotina diária pode estar o potencial de transformação que muda a perspectiva e a forma como decidimos o que precisamos. Isto pode abranger as dimensões pessoais, familiares, sociais, políticas, económicas e culturais.

O movimento Occupy Wall Street continha em si uma proposta revolucionária com um  espírito similar. A ideia fundamental era iniciar uma grande travagem  para podermos planear como prosseguir. Travar era essencial, e pensar também o era. Nestes tempos de urgência pensar é necessário. Passámos o último século a mudar o mundo a uma velocidade vertiginosa. Temos que parar, olhar para trás e reflectir. Continuamos a ter o impulso de reagir e agir. Precisamos mais de abrandar e parar.

Look at all the roads
Look at all the crossings
Taking steps is easy
Standing still is hard
You’ve got time ( Regina Spektor)

 

Depois do Verão – mais um ciclo

Retiro Detox – Chi Kung

20 a 22 de Setembro

meia lua

Nesta data, estaremos em vésperas do Equinócio de Outono e com a lua no seu último quarto decrescente. Os ritmos da natureza estão caprichosos e indecisos. Propomos nesta pausa abrandar – explorar o equilíbrio e a estabilidade do corpo em transformação. Notar a transição e a variação, tranquilamente, em sossego.

Programa

Chi Kung Terapêutico – baseado no sistema Zhan Zhuang.

Ementa detox segundo os preceitos da cozinha macrobiótica e a teoria dos Cinco Elementos.

O elemento Metal na Medicina Tradicional Chinesa e o Sistema Imunitário. 

Todas as sessões de prática serão no exterior.

Durante o dia de sábado será instalado um período de silêncio desde o despertar até ao recolher.

Chegada – dia 20

18h00 – Cocktail de boas vindas 

18.30 – Caminhada de abrandamento

19h30 – Jantar 

21h – Apresentação 

22h30 – Recolhimento

Sábado – dia 21

07h00 – Despertar e chá da manhã

07h30- Prática de Chi Kung

09h00 – Pequeno almoço 

11h00 – Prática Chi Kung  – estrutura, alinhamento e alongamento  

13h00 – Almoço 

16h00 – Chi Kung – a prática, a teoria, a alimentação a integração no quotidiano

19h30 – Jantar 

21h00 – Chi Kung deitado 

22h00 – Ceia com chá ou caldo

22h30 – Recolhimento 

Domingo- dia 22

07h00 -Despertar e chá da manhã 

07h30 – Prática de Chi Kung

09h00 – Pequeno almoço 

10h00 – Prática Chi Kung  – estrutura, alinhamento e alongamento  

13h00 – Almoço

16h00 – Prática Chi Kung – reflexão e integração

17h30 – Lanche Festivo 

18h30 – Balanço das atividades e despedida 

120€ por pessoa

( este valor inclui a estadia, alimentação e todas as sessões de prática)

Inscrições limitadas:

theplacetopause@gmail.com

Fogo Subtil – Chi Kung e Detox – Junho

fogo

O Verão é a estação da alegria, da gargalhada, e da paixão a que se associa o elemento Fogo. Sem dúvida um elemento vital, o fogo quando arde muito forte é destruidor, consome-se rapidamente, deixando o negro, o seco do carbonizado, e o sabor amargo.

É crucial para a saúde gerir e acalmar o fogo – trabalhar o fogo lento – controlando-o com o elemento água, aliviando e equilibrando o fogo interno. 

Aplicamos estes conceitos no trabalho de corpo e  na alimentação para fomentar este apaziguar. O fogo deve estar vivo e forte, mas lento.

Esta pausa é de dois dias completos com entrada na 6ª feira, dia 28 ao fim do dia e saída no domingo, dia 30 depois do lanche de fim de tarde, pelas 18.30.

Programa

Posturas Zhan Zhuang, movimento com intenção, qualidade da energia e expansão para o espaço.

A ementa é detox segundo os preceitos da cozinha macrobiótica e a teoria das Cinco Transformações.

Introdução à Transformação Fogo na Medicina Tradicional Chinesa. 

Todas as sessões de prática serão no exterior.

No sábado será instalado um período de quietude desde o despertar até ao almoço de domingo.

Chegada – dia 28

18h00 – Cocktail de boas vindas 

18.30 – Caminhada de abrandamento

19h30 – Jantar 

21h – Apresentação 

22h30 – Recolhimento

Sábado – dia 29

07h00 – Despertar e chá da manhã

07h30- Prática de Chi Kung

09h00 – Pequeno almoço 

10h00 – Prática Chi Kung  – estrutura, alinhamento e alongamento  

13h00 – Almoço 

17h00 – Chi Kung – a prática, a teoria, a alimentação a integração no quotidiano, seguido de caminhada em meditação.

20h00 – Jantar 

21h00 – Chi Kung deitado 

22h30 – Recolhimento 

Domingo- dia 30

07h00 -Despertar e chá da manhã 

07h30 – Prática de Chi Kung

09h00 – Pequeno almoço 

10h00 – Prática Chi Kung  – estrutura, alinhamento e alongamento  

13h00 – Almoço

16h00 – Prática Chi Kung – reflexão e integração

17h30 – Lanche Festivo 

18h30 – Balanço das atividades e despedida 

120€ por pessoa ( este valor inclui a estadia, alimentação e todas as sessões de prática)

Inscrições limitadas:

theplacetopause@gmail.com

Maio – dia de prática – Chi Kung

grapes

A boa cepa, Maio a deita

Dia de prática – Chi Kung e almoço

4 de Maio – 10.00 às 17.30

Trabalhar a força interna, fortalecendo as raizes, expandindo para os céus, desfrutando da fertilidade e generosidade da terra. Vamos aceder a esta energia criativa da natureza com um dia de prática mais intensa e um almoço nutritivo e regenerador.

As sessões de prática são no pavilhão exterior e prevê-se também uma caminhada em meditação com prática no pinhal.

Conteúdos a desenvolver:

– Posturas Zhan Zhuang  ( posturas yang)

– Shu Li – testar o poder em movimento

– Tui Shou – trabalho a pares

– Introdução ao Xin Yi Nei Gong – sistema de 16 movimentos terapêuticos

55€ por pessoa (inclui almoço vegan macrobiótico)

Inscrições limitadas para: theplacetopause@gmail.com

 

Stand still, keep your spirit (Master Long Nian)

Chi Kung e Detox – na Quaresma

relampago

Chi Kung e Detox  – na Quaresma

Abrandar, despojar, regenerar

Ritos muito anteriores ao cristianismo já celebravam a passagem do abrandamento e pousio do Inverno para o renascimento da primavera. São os ciclos presentes na Natureza que remetem para a criação, elevação e queda do Homem. Na filosofia chinesa a relação com a Natureza é fundamental e considera-se que o Homem liga o Céu e Terra.

Neste breve retiro vamos cuidar do corpo simplificando no movimento e no que nos alimenta. Buscar suporte na terra, tomando consciência da gravidade para nos elevarmos e alinharmos com o céu. Nutrir o corpo com a energia dos novos rebentos que a terra nos oferece.

A energia na Primavera tem a qualidade expansiva da árvore que cresce em todas as direcções, ano após ano. Mas também tem o poder do relâmpago que rasga o céu. Este poder é trabalhado nas posturas fortalecendo o enraizamento.

Acolhimento: dia 29 de Março a partir das 17h

Despedida: dia 31 de Março a partir das 14h

Conteúdos:

– prática  de Zhan Zhuang Chi Kung;

– alinhamento e movimento integral;

– alongamentos para tendões e músculos

– detox suave com sopas e caldos;

– introdução à Teoria das Cinco Transformações

100€ por pessoa

O valor inclui alojamento em quarto duplo partilhado, alimentação e acesso a todas as sessões de prática-

As sessões de chi kung serão no pavilhão exterior. Durante o retiro convida-se a reduzir na medida do possível as comunicações com o exterior, de forma a potenciar o abrandamento, relaxamento e regeneração do corpo.

Inscrições:

theplacetopause@gmail.com

Chi Kung – Evento Florido

Manhã de prática – dia 9 de Março – 10.00 às 13.00

dojo-florido

Aproveitando o abrunheiro bravo em flor que está deslumbrante nestes dias, lanço uma manhã de prática extra com proposta de exploração dos 16 movimentos do Xing Yi Nei Gong. Este é um sistema que concilia um trabalho rigoroso ao nível do sistema osteoarticular e muscular,  com a dimensão mais subtil e profunda do trabalho energético.

É um sistema muito completo, original e precioso. Vamos praticar chi kung…em flor!

Inscrições limitadas para:

theplacetopause@gmail.com

20€ por pessoa